Notícias

Braskem e Abiplast promovem inovações do plástico na construção

Quinta-feira, 28 de Agosto de 2014, 09:30:42
Tamanho da Fonte
Diminuir Fonte
Aumentar Fonte

A Braskem, maior petroquímica das Américas e líder mundial em biopolímeros, e Abiplast - Associação Brasileira da Indústria do Plástico - estarão presentes na Concrete Show 2014, que iniciou dia 27 e vai até o dia 29 de agosto, em São Paulo. Em parceria com os transformadores, serão expostas aplicações em plástico com foco em produtividade, responsabilidade socioambiental e aumento da vida útil dos ativos. Os materiais podem ser usados em todas as etapas da construção, desde a fundação até os acabamentos, e também em edificações já concluídas. A iniciativa faz parte do PIC, Plano de Incentivo à Competitividade da Cadeia do Plástico.

Durante os três dias de evento, serão apresentados produtos que já possuem participação consolidada no mercado - como tubos de PVC e caixas d'água em polietileno (PE) - e novas tecnologias como telhas e esquadrias em PVC e as mantas acústicas para pisos fabricadas em polietileno expandido, cujo foco está no atendimento à norma de desempenho (NBR15575), diminuição de peso, aumento na durabilidade e maior facilidade de instalação.

"A Concrete Show é uma oportunidade de mostrarmos nossa inovação ao mercado, com soluções que atendam as necessidades de profissionais e construtoras. A construção civil é um mercado muito relevante na economia nacional e nós acreditamos que ainda exista muito espaço para o plástico crescer e conquistar espaços nesse segmento, pois, além dos diferenciais ante outras matérias-primas, os produtos têm como forte aliada, a sustentabilidade, uma vez que são 100% recicláveis", afirma Mônica Evangelista, responsável por desenvolvimento de mercado de Polipropileno na Braskem.

Segundo a Abiplast, a participação da cadeia do plástico em um evento como a Concrete Show, expondo soluções em plásticos para construção civil, é uma oportunidade ímpar de apresentar ao mercado a versatilidade e as inúmeras aplicações e possibilidades do produto plástico.

Aplicações

Um exemplo de sucesso da aplicação do plástico em grandes obras ocorreu na construção da Arena Corinthians, em São Paulo. Após a análise da fundação e das condições do local, constataram-se os ganhos em utilizar um recurso que garantisse bom desempenho em solo reforçado, permitindo resistência máxima no trabalho em condições drenadas. O produto aplicado para essa função foi o geocomposto drenante MacDrain R, executado na interface entre solo natural e aterro. O material comprovou ser uma excelente solução técnica e economicamente.

Utilizado como elemento de drenagem na interface solo e estrutura em aduelas, passagens subterrâneas e reservatórios enterrados, o MacDrain 2L com núcleo e geotêxteis em polipropileno, foi umas das soluções em geossintéticos amplamente aplicada em diversas partes da obra da Arena, comprovando sua facilidade executiva e performance em drenagem.

Outro case de vantagens na aplicação de plástico no setor foi a escolha das telhas de PVC, desenvolvidas pela Precon, para a cobertura de 46 escolas infantis em Belo Horizonte (MG) até fevereiro de 2016. Por meio de Parceria Público-Privada (PPP), o projeto está sendo desenvolvido pelas secretarias municipais de Desenvolvimento e de Educação.

Após pesquisa técnica no mercado, foi constatado que as telhas de PVC eram a melhor solução devido à sua leveza e rapidez na instalação, viabilizando a obra em estruturas metálicas. Além disso, a empresa Araforros representará o fornecimento de forros de PVC, muito útil para as escolas, levando em consideração a fácil desmontagem e remontagem do artigo, o que facilita a manutenção sem perda de qualidade.

Por fim, ressalta-se mais um artigo inovador aplicado na ampliação do Edifício Garagem do Aeroporto Internacional Rio de Janeiro: o sistema BubbleDeck®. Método de eliminação do volume de concreto de uma laje, ele proporciona estruturas mais leves e resistentes por meio de esferas plásticas entre telas de aço, que eliminam parte do concreto não necessário. Dessa forma, foi possível reduzir custos, cumprir prazos previstos na obra, utilizar melhor o espaço disponível, e ainda garantir a qualidade e segurança da nova área no aeroporto.

Incentivo à cadeia

Anunciado em setembro de 2013, o Plano de Incentivo à Competitividade da Cadeia do Plástico - PIC, desenvolvido pela Braskem e Abiplast, prevê uma série de ações para estimular a competitividade da cadeia do plástico, incluindo investimentos para aumentar as exportações de produtos transformados, incentivo à inovação e o reforço na qualificação profissional e na gestão empresarial.

 

Fonte:  Tribuna Hoje
Voltar