FEIPLASTIC 2013: Tendências ambientais e necessidade de mão de obra especializada da indústria plástica

    07/01/2013

    Até 2016, capacidade global da produção de bioplásticos deve chegar a 6 milhões de toneladas, número cinco vezes maior do que a produção em 2011. No Brasil, surgem novos centros de qualificação de mão de obra.

    Pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, cada vez mais eficientes e ambientalmente corretos, somente comprovam que a indústria brasileira do plástico não pode parar rumo a uma maior competitividade e inovações atrativas ao mercado. Esta é também a tônica da 14ª edição da FEIPLASTIC – Feira Internacional do Plástico, a ser realizada no Pavilhão de Exposições do Anhembi de 20 a 24 de maio. O evento é organizado e promovido pela Reed Exhibitions Alcantara Machado em parceria com as entidades do setor.

    Formadores de opinião acreditam que, em poucos anos, o consumo dos “plásticos verdes” deve representar parcela significativa das resinas plásticas consumidas em todo o mundo. Estudo divulgado em novembro de 2012, parceria entre o instituto European Bioplastics e a Universidade de Hannover, na Alemanha, revela cenário favorável para mercado mundial de plásticos ecologicamente corretos, com grande virada daqui a cinco anos. A capacidade da produção global de bioplástico deve chegar a 6 milhões em 2016, volume quase cinco vezes maior que o de 2011, que fechou em 1,2 milhão de toneladas. O PET parcialmente vegetal deve ocupar 80% do mercado, o equivalente a 4,6 milhões de toneladas. A produção de polietileno proveniente de fontes renováveis deverá chegar a 250 mil toneladas, como o desenvolvido a partir do etanol da cana-de-açúcar, e utilizado por empresas como a Braskem, presente na Feiplastic 2013. 

    Já segundo a Abiplast, a indústria de transformados plásticos neste ano apresentou uma redução de 0,9% na sua produção, em comparação com o ano anterior, devido principalmente ao fraco desempenho da indústria brasileira como um todo em 2012, mas há sinais de que em 2013 essa situação se reverta e o setor apresente melhoria em seus indicadores de desempenho. Na avaliação da entidade, com a retomada no crescimento da economia brasileira, a demanda por transformados plásticos estimada para 2013 será 7% maior do que a observada nesse ano, que foi de R$ 57,65 bilhões. Outro indicador importante e esperado pelo setor são os investimentos de cerca de R$ 2 bilhões na aquisição de novos equipamentos, ampliando os negócios gerados em 2013. Para os fabricantes de máquinas nacionais, outra boa notícia é que as exportações de máquinas brasileiras aumentaram, crescendo notadamente 81% em agosto deste ano, em relação ao montante exportado em setembro. 

    Mais mão de obra qualificada

    Ainda em agosto de 2012, no Paraná, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) inaugurou a Escola do Plástico, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba. O objetivo é suprir a necessidade de mão de obra especializada na indústria plástica. A Escola do Plástico oferecerá cursos de qualificação e de aprendizagem, como “Operador em Processos de Transformação de Plástico e Polímeros”, que terá carga horária de 160 horas, ministrado por professores do Senai com experiência em Engenharia Mecânica, com ênfase em Engenharia Mecânica de Produtos. No Paraná, o setor de transformação do plástico tem 940 empresas, que empregam 24.500 pessoas. 

    Ciente de todas as oportunidades de negócio, networking e atualização profissional presentes na Feiplastic 2013, as principais marcas da indústria plástica nacional e internacional já têm presença garantida, empresas como Basf, Bayer, Braskem, Deb’Maq, Dupont, Romi, Rhodia, Polimáquinas, Wortex, DSM, Activas, Seibt, Polimold, Krauss Maffei, Arburg, Mecalor, Rulli, SEW, Sumitomo, Tupahue, Villares Metals e Remo, entre outras. A feira ocupará 85 mil m² do Anhembi e deve reunir cerca de 1.400 marcas expositoras e público estimado de 70 mil visitantes, entre fabricantes, técnicos, engenheiros, profissionais do setor e transformadores de produtos plásticos. As principais entidades setoriais, Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim) e o Sindicato da Indústria de Resinas Plásticas (Siresp) entre outras, apoiam o formato do evento.

    Mais Informações:
    Feiplastic – 14ª Feira Internacional do Plástico 2013
    Data:
    20 a 24 de maio de 2013
    Horário: Segunda a sexta das 11h às 20h
    Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi
    Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana – São Paulo – SP – Brasil
    http://www.feiplastic.com.br/

     

     

    Próximos Eventos

    SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE TECNOLOGIA DE PLÁSTICOS

    24/02/2021 - ROYAL PALM INDAIATUBA - INDAIATUBA

    Saiba Mais

    © 2018 - ABIPLAST - Associação Brasileira da Indústria do Plástico - Todos os direitos reservados.