Consulta para Atestado de Inexistência de Similar Nacional ou Fabricação Exclusiva

    26/06/2013

    Abip/090/2013

    REF: Consulta para Atestado de Inexistência de Similar Nacional ou Fabricação Exclusiva

    Prezado Associado,

    Recebemos solicitação, para consulta de Atestado de Inexistência de Similar Nacional ou Fabricação Exclusiva para os produtos abaixo descritos.

    Consultamos todas as empresas cadastradas, a fim de que se manifestem, com a devida justificativa, sobre sua oposição quanto ao fornecimento do Atestado solicitado, através do e-mail antonio@abiplast.org.br impreterivelmente até  05/07/2013.

     FILME BIOFINE 2000/2500ML 180/200MM

    Os filmes Biofine 2000/2500mL são constituídos de múltiplas camadas com as seguintes camadas individuais ( da camada externa para a camada interna ).

    PP

    PP

    15 µm +/- 5 µm

    PP / SEBS

    FMC X M197

    145 µm +/- 10 µm

    PP / SEBS

    FMC FI 120

    20 µm +/- 5 µm

     PP – Polipropileno

    SEBS – Estireno, Etileno / Butileno, Estireno

    É uma matéria prima utilizada para a fabricação de Bolsas para Diálise Peritoneal utilizada por pacientes com deficiência renal crônica.

     FILME BIOFINE 6000ML 200/330MM

    Os filmes Biofine 6000mL são constituídos de múltiplas camadas com as seguintes camadas individuais ( da camada externa para a camada interna ).

    PP

    PP

    15 µm +/- 5 µm

    PP / SEBS

    FMC X M197

    165 µm +/- 15 µm

    PP / SEBS

    FMC FI 120

    20 µm +/- 5 µm

    PP – Polipropileno

    SEBS – Estireno, Etileno / Butileno, Estireno

    É uma matéria prima utilizada para a fabricação de Bolsas para Diálise Peritoneal utilizada por pacientes com deficiência renal crônica.

     FILME BIOFINE BOLSA DRENAGEM 150/240MM

    Os filmes Biofine bolsa de drenagem são constituídos de múltiplas camadas com as seguintes camadas individuais ( da camada externa para a camada interna ).

    PP

    PP

    15 µm +/- 5 µm

    PP

    PP

    115 µm +/- 10 µm

    PP / SEBS

    FMC FI 161

    20 µm +/- 5 µm

    PP – Polipropileno

    SEBS – Estireno, Etileno / Butileno, Estireno

    É uma matéria prima utilizada para a fabricação de Bolsas para Diálise Peritoneal utilizada por pacientes com deficiência renal crônica.

     TUBO BIOFINE INTERNO 3 CAMADAS

    O tubo Biofine é constituído com três camadas, com as seguintes camadas individuais ( da camada externa para a camada interna ).

    PP / SIS

    FMC AS 131

    50 µm +/- 15 µm

    PP / SIS

    FMC XM 153

    975 µm +/- 50 µm

    SEBS

    FMC SI 107

    50 µm +/- 15 µm

    PP – Polipropileno

    SIS – Estireno, Isopropeno / Estireno, (copolímero)

    SEBS – Estireno, Etileno / Butileno, Estireno, (copolímero)

    É utilizado na montagem de Bolsas para Diálise Peritoneal utilizada por pacientes com deficiência renal crônica.

     TUBO DE PVC PO P/ ACOPLAMENTO DISCO

    O tubo para acoplamento do disco é constituído de borracha termoplástica sintética, PVC PO camada interna. É utilizado na montagem de bolsas de diálise peritoneal.

     CONECTOR Y INCOLOR (6964641)

    O conector Y incolor é constituído de Policarbonato (Makrolon 2858). É utilizado na montagem de equipos (sistema de tubos, pinças e clamps) para uso em diálise peritoneal. Com a função de unir o sistema de tubos (equipos), com as vias que serão conectadas as bolsas.

     DISTRIBUIDOR 4 VIAS (6912131)

    O distribuidor 4 vias é constituído de PVC. É utilizado na montagem de equipos (sistema de tubos, pinças e clamps) para uso em diálise peritoneal. Com a função de unir o sistema de tubos (equipos), com as vias que serão conectadas as bolsas.

     PROTETOR PARA HF FEMEA (6918191)

    O protetor para HF fêmea é constituído de polipropileno (PP). É utilizado na montagem de equipos (sistema de tubos, pinças e clamps) para uso em diálise peritoneal. É responsável por proteger o conector safe lock.

     PINÇA ANDY

    A pinça Andy é constituída de polipropileno (PP). É utilizado na montagem de equipos (sistema de tubos, pinças e clamps) para uso em diálise peritoneal. É responsável por interromper o fluxo do líquido que será infundido no paciente.

     CONECTOR EM DISCO PP AMARELO COM PIN LONGO

    Os conectores em formato de disco com tampa são fabricados em material polipropileno. É uma matéria prima utilizada para a montagem em Bolsas para Diálise Peritoneal utilizada por pacientes com deficiência renal crônica.

    O disco possui 04 posições a saber:

    Posição de drenagem e esvaziamento da cavidade abdominal do paciente com a solução infundida anteriormente por se tratar de um processo contínuo;

     Posição de fluxo para iniciar a descida do liquido presente na bolsa até a entrada do disco. Ainda não se inicia nessa etapa a infusão da solução no paciente;

    Posição de infusão da solução no paciente onde temos as três posições para controle do fluxo sendo: sem fluxo,  fluxo médio e alto fluxo;

    Fechamento automático do sistema com a introdução de um “pin” (pino de plástico) na extremidade da extensão de cateter do paciente para evitar contaminação.

     Apresentam tampas com uma codificação de cores de acordo com a concentração de glicose presente na solução de infusão. Nesse caso a tampa amarela significa 2,3% de glicose.

     CONECTOR EM DISCO PP VERMELHO COM PIN LONGO

    Os conectores em formato de disco com tampa são fabricados em material polipropileno. É uma matéria prima utilizada para a montagem em Bolsas para Diálise Peritoneal utilizada por pacientes com deficiência renal crônica.

    O disco possui 04 posições a saber:

    Posição de drenagem e esvaziamento da cavidade abdominal do paciente com a solução infundida anteriormente por se tratar de um processo contínuo;

    Posição de fluxo para iniciar a descida do liquido presente na bolsa até a entrada do disco. Ainda não se inicia nessa etapa a infusão da solução no paciente;

    Posição de infusão da solução no paciente onde temos as três posições para controle do fluxo sendo: sem fluxo,  fluxo médio e alto fluxo;

    Fechamento automático do sistema com a introdução de um “pin” (pino de plástico) na extremidade da extensão de cateter do paciente para evitar contaminação.

    Apresentam tampas com uma codificação de cores de acordo com a concentração de glicose presente na solução de infusão. Nesse caso a tampa vermelha significa 4,25% de glicose.

    CONECTOR EM DISCO PP VERDE COM PIN LONGO

    Os conectores em formato de disco com tampa são fabricados em material polipropileno. É uma matéria prima utilizada para a montagem em Bolsas para Diálise Peritoneal utilizada por pacientes com deficiência renal crônica. O disco possui 04 posições a saber:

    Posição de drenagem e esvaziamento da cavidade abdominal do paciente com a solução infundida anteriormente por se tratar de um processo contínuo;

    Posição de fluxo para iniciar a descida do liquido presente na bolsa até a entrada do disco. Ainda não se inicia nessa etapa a infusão da solução no paciente;

    Posição de infusão da solução no paciente onde temos as três posições para controle do fluxo sendo: sem fluxo,  fluxo médio e alto fluxo;

    Fechamento automático do sistema com a introdução de um “pin” (pino de plástico) na extremidade da extensão de cateter do paciente para evitar contaminação.

    Apresentam tampas com uma codificação de cores de acordo com a concentração de glicose presente na solução de infusão. Nesse caso a tampa verde significa 1,5% de glicose.

     CONECTOR COM PIN LONGO

    Confeccionado a partir da montagem de algumas peças conforme descrição abaixo:

    • Corpo do Conector: constituído em material policarbonato;
    • O’ring: constituído em silicone;
    • Êmbolo: constituído em borracha de silicone;
    • Gatilho: constituído em polipropileno;
    • Pin (pino): constituído em polipropileno

    O Conector com Pin Longo é utilizado na montagem de equipos (sistema de tubos, pinças e clamps) para uso em diálise peritoneal. Ele é responsável por conectar a extensão de cateter do paciente às bolsas de diálise peritoneal. O pin contido no interior deste conector é responsável por fechar a extensão de cateter e evitar contaminações após o término da sessão.

     CONECTOR SAFE LOCK AMARELO

    O Conector Safe Lock é constituído do material policarbonato com tampa. Tem um sistema de fechamento seguro com trava. É utilizado na montagem de bolsas de diálise peritoneal com a função de unir a bolsa de diálise peritoneal com ao sistema de tubos (equipos) que se conecta por fim ao paciente renal crônico. Todo processo de infusão de solução no paciente e drenagem é controlado por uma máquina cicladora automatizada.

    Apresentam uma codificação de cores de acordo com cada concentração, nesse caso a tampa amarela significa 2,3% de glicose.

     CONECTOR SAFE LOCK VERDE

    O Conector Safe Lock é constituído do material policarbonato com tampa. Tem um sistema de fechamento seguro com trava. É utilizado na montagem de bolsas de diálise peritoneal com a função de unir a bolsa de diálise peritoneal com ao sistema de tubos (equipos) que se conecta por fim ao paciente renal crônico. Todo processo de infusão de solução no paciente e drenagem é controlado por uma máquina cicladora automatizada.

    Apresentam uma codificação de cores de acordo com cada concentração, nesse caso a tampa verde significa 1,5% de glicose.

     CONECTOR SAFE LOCK VERMELHO

    O Conector Safe Lock é constituído do material policarbonato com tampa. Tem um sistema de fechamento seguro com trava. É utilizado na montagem de bolsas de diálise peritoneal com a função de unir a bolsa de diálise peritoneal com ao sistema de tubos (equipos) que se conecta por fim ao paciente renal crônico. Todo processo de infusão de solução no paciente e drenagem é controlado por uma máquina cicladora automatizada.

     Apresentam uma codificação de cores de acordo com cada concentração, nesse caso a tampa vermelha significa 4,25% de glicose.

     BOLSA BIBAG 700G 4008 (SMAD)

    São bolsas com desenho específico para uso em Máquinas de Hemodiálise, com sistema de acoplamento soldado no corpo da mesma, além de sonda e filtro acoplado internamente. São produzidas a partir de material Polietileno de Baixa Densidade grau médico através do processo de extrusão do filme e soldagem periférica e do sistema de conexão, os demais componentes são compostos por polipropileno, polietileno e polieterftalato de etileno. Cada bolsa possui capacidade para 700g de pó para envase (Bicarbonato de Sódio) para uso em tratamento de hemodiálise.

     BOLSA BIBAG 950G 4008 (SMAD)

    São bolsas com desenho específico para uso em Máquinas de Hemodiálise, com sistema de acoplamento soldado no corpo da mesma, além de sonda e filtro acoplado internamente. São produzidas a partir de material Polietileno de Baixa Densidade grau médico através do processo de extrusão do filme e soldagem periférica e do sistema de conexão, os demais componentes são compostos por polipropileno, polietileno e polieterftalato de etileno. Cada bolsa possui capacidade para 950 g de pó para envase (Bicarbonato de Sódio) para uso em tratamento de hemodiálise.

    BOLSA BIBAG 700 G 4008 V10 (SMAD)

    São bolsas com desenho específico para uso em Máquinas de Hemodiálise, com sistema de acoplamento soldado no corpo da mesma, além de sonda e filtro acoplado internamente. São produzidas a partir de material Polietileno de Baixa Densidade grau médico através do processo de extrusão do filme e soldagem periférica e do sistema de conexão, os demais componentes são compostos por polipropileno, polietileno e polieterftalato de etileno. Cada bolsa possui capacidade para 700 g de pó para envase (Bicarbonato de Sódio) para uso em tratamento de hemodiálise.

     BOLSA BIBAG 950 G 4008 V10 (SMAD)

    São bolsas com desenho específico para uso em Máquinas de, com sistema de acoplamento soldado no corpo da mesma, além de sonda e filtro acoplado internamente. São produzidas a partir de material Polietileno de Baixa Densidade grau médico através do processo de extrusão do filme e soldagem periférica e do sistema de conexão, os demais componentes são compostos por polipropileno, polietileno e polieterftalato de etileno. Cada bolsa possui capacidade para 950 g de pó para envase (Bicarbonato de Sódio) para uso em tratamento de hemodiálise.

     CONECTOR POLICARBONATO P/ BOLSA BIOFINE

    O Conector para bolsa Biofine é constituído do material policarbonato. É utilizado na montagem de bolsas de diálise peritoneal com a função de unir a bolsa de diálise peritoneal com ao sistema de tubos (equipos) que se conecta por fim ao paciente renal crônico.

     Atenciosamente,

    Paulo Henrique Rangel Teixeira

    Diretor Superintendente

    Próximos Eventos

    WEBINAR PERSPECTIVA DO MERCADO DE RESINAS NO BRASIL

    02/12/2020 - ONLINE

    Saiba Mais

    © 2018 - ABIPLAST - Associação Brasileira da Indústria do Plástico - Todos os direitos reservados.