ABIPLAST apresenta resultados do setor em coletiva à imprensa

    04/12/2013

    Presidente da ABIPLAST durante a apresentação aos jornalistas
    Presidente da ABIPLAST durante a apresentação aos jornalistas

    Em coletiva realizada na última segunda-feira (02/12), o presidente da ABIPLAST, José Ricardo Roriz Coelho, apresentou a pesquisa “A Indústria de Transformados Plásticos – Desempenho 2013 Expectativas para 2014”, que tem como fonte o IBGE: PIM-PF e PIA, Sistema AliceWeb / MDIC e RAIS/MTE, com estimativas da ABIPLAST.

    De acordo com os números, projeta-se que a produção física de transformados plásticos registrará crescimento de 1,6% em 2013 em relação ao anterior. Quando analisados os segmentos, laminados apresentarão a maior expansão, de 8,3% na mesma comparação. O levantamento mostra ainda a análise trimestral, revelando que o segundo trimestre de 2013 será o mais favorável ao setor, com a produção de 1,745 milhão de toneladas.

    Analisando a produção em valores, a pesquisa aponta o crescimento de 8,6%, na comparação 2012-2013, saindo de R$ 56,4 bilhões para R$ 61,3 bilhões. No que diz respeito ao consumo aparente de transformados plásticos, o aumento projetado é de 9,1%, ou seja, de R$ 60,8 bilhões foi para R$ 66,3 bilhões.

    Em relação ao comércio internacional, o setor deverá exportar 7% a mais quando comparado com o ano anterior, com 255 mil toneladas, e importará 3% acima do registrado em 2012, ou um total de 731 mil toneladas. Desse modo, o saldo da balança comercial de transformados plásticos permanece deficitário, ultrapassando R$ 5 bilhões – um valor 14,7% maior que em 2012.

    Espera-se que os investimentos tenham crescimento de 4,8% na comparação com o ano anterior, totalizando R$ 1,97 bilhão. Já o nível de emprego no setor de transformados plásticos terá alta de 2,2% ou o total de 7.600 postos de trabalho gerados em 2013.

    O presidente Roriz também falou sobre as ações e iniciativas empreendidas pela ABIPLAST ao longo de 2013, como a internacionalização da FEIPLASTIC 2013, principal feira do setor, a ampliação das linhas de financiamento para o setor e a realização do 3º Seminário “Competitividade: O Futuro Perfil da Transformação Brasileira de Plástico”. Destaca-se nesse âmbito a agenda de competitividade apresentada ao Governo Federal e a atuação decisiva da entidade na definição da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

    Ao abordar as perspectivas para o setor de transformados plásticos para 2014, Roriz anunciou a projeção de crescimento de 1,8% na produção física, um aumento nominal de 8% e real de 2% na produção em valor, e o crescimento de 9% no consumo aparente de transformados plásticos.

    Próximos Eventos

    WEBINAR PERSPECTIVA DO MERCADO DE RESINAS NO BRASIL

    02/12/2020 - ONLINE

    Saiba Mais

    © 2018 - ABIPLAST - Associação Brasileira da Indústria do Plástico - Todos os direitos reservados.