Sessão marca entrega do Prêmio e Certificação Responsabilidade Social

    15/12/2013

    A atuação de empresas, cooperativas e entidades sem fins lucrativos de Santa Catarina na formação de uma sociedade mais humana e justa foi reconhecida na noite desta quarta-feira (4), na sessão especial da Assembleia Legislativa para a entrega do Prêmio e da Certificação Responsabilidade Social 2013. Ao todo, 86 empresas e entidades que se destacaram no desenvolvimento nas áreas social e ambiental foram certificadas e as melhores foram premiadas com o Troféu Responsabilidade Social – Destaque SC 2013 (confira abaixo a relação completa dos premiados e certificados).

    Para o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Joares Ponticelli (PP), a premiação, que em 2013 está na sua terceira edição, “é a forma que a sociedade catarinense tem, por meio da Casa do Povo, de dizer muito obrigado a cada entidade, cooperativa e empresa que cumprem além de suas obrigações”.

    O parlamentar ressaltou a consolidação do prêmio, que ano a ano registra aumento no número de inscritos e de certificações. “Muitas vezes, ações positivas ficam restritas ao meio de atuação da entidade, empresa ou cooperativa. Nesta noite, temos que destacar esses exemplos e mostrá-los para toda a sociedade”.

    Em nome dos premiados, Neivor Canton, vice-presidente da Cooperativa Aurora, classificou a premiação como “um valoroso e estimulador reconhecimento por parte do Poder Legislativo” às empresas catarinenses. Ele aproveitou para criticar a alta carga tributária a que são submetidas as empresas brasileiras, sem terem a devida contrapartida do poder público. “É preocupante assistir a desenfreada voracidade estatal no crescimento incontido da máquina, como se fosse possível abrigar todos os cidadãos”, afirmou.

    Segundo Canton, os projetos sociais e ambientais desenvolvidos pela Aurora permitiram, além da melhoria da qualidade de vida das pequenas famílias que retiram do campo seu sustento, a descontinuidade do êxodo rural. “É um pouco de contribuição do cooperativismo catarinense ao nosso estado”.

    Em nome das bancadas da Assembleia, o deputado Moacir Sopelsa (PMDB) destacou a importância das ações socioambientais desenvolvidas pelas empresas e entidades certificadas na formação de uma sociedade mais humana e justa.

    “É importante quando a gente pode fazer algo em defesa das pessoas, para melhorar a qualidade de vida das pessoas”, afirmou o deputado.

    Balanço social da Assembleia

    Os representantes das entidades que compuseram a Comissão Mista de Responsabilidade, responsável pela avaliação e seleção dos inscritos na premiação, também foram homenageados durante a sessão. Neroci da Silva Raupp, presidente da comissão, fez um retrospecto do trabalho desenvolvido em 2013 e anunciou novidades para a edição de 2014: a inclusão de uma nova categoria, para certificação de empresas e fundações públicas, prefeituras, câmaras municipais e demais órgãos públicos das três esferas de governo. “Nossos esforços devem estar concentrados para que a sociedade tenha um desenvolvimento sustentável”, disse.

    Outra novidade, segundo Neroci, é a conclusão do balanço social da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, listando as ações socioambientais do Parlamento. A iniciativa permitirá que o Legislativo se credencie para receber a certificação Objetivos do Milênio. “Vão ser demonstradas as ações sociais desenvolvidas pela Assembleia, que vão servir de exemplo para todo o país”.

    Como é a premiação

    Realizada anualmente pelo Parlamento catarinense, a Certificação Responsabilidade Social reconhece as empresas, cooperativas e entidades sem fins lucrativos que tenham a responsabilidade social incluída em suas políticas de gestão e reconhecer os esforços conjuntos em prol de uma sociedade mais justa e humana voltada para o desenvolvimento socioambiental.
    Em 2013, a premiação chegou à sua terceira edição, com recorde de inscritos. Ao todo, foram 99 participantes, que tiveram seus balanços e indicadores sociais analisados pela Comissão Mista de Certificação, formada por servidores da Assembleia e representantes de 11 instituições catarinenses. Os integrantes da comissão analisaram todas as inscrições e concluíram, com base nas exigências do edital do prêmio, que 86 participantes atendiam aos requisitos para receber a certificação, sendo 41 empresas/cooperativas e 45 entidades.

    Além do Parlamento, participam da Comissão Mista de Certificação o Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conede); Conselho Estadual do Jovem Empreendedor de Santa Catarina (Cejesc); Conselho Regional de Contabilidade (CRC/SC); Federação Comercial e Industrial do Estado de Santa Catarina (Facisc); Federação das Associações de Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Fampesc); Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc); Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina (Fecomércio); Federação de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Santa Catarina (Fhoresc); Fundação do Meio Ambiente (Fatma); Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (Ocesc); Observatório Social de Florianópolis (OSF); e Serviço de Apoio às Pequenas e Micro Empresas de Santa Catarina (Sebrae).

     Acesse a lista completa das empresas e entidades certificadas AQUI

     

    Próximos Eventos

    SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE TECNOLOGIA DE PLÁSTICOS

    24/02/2021 - ROYAL PALM INDAIATUBA - INDAIATUBA

    Saiba Mais

    © 2018 - ABIPLAST - Associação Brasileira da Indústria do Plástico - Todos os direitos reservados.