ABIPLAST debate a responsabilidade compartilhada e a desoneração tributária para o setor da reciclagem no âmbito da Política Nacional de Resíduos Sólidos

    09/05/2014

    A revista Carta Capital, a Editora Confiança e a Envolverde realizaram, na última quarta-feira (7), evento da série Diálogos Capitais, sobre o tema “Resíduos Sólidos, embalagens pós-consumo”, com o objetivo de discutir a real situação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). O evento contou com a presença da ministra do Meio Ambiente Izabella Teixeira e foi aberto oficialmente por Victor Bicca, diretor da Coca-Cola e presidente do Compromisso Empresarial pela Reciclagem (Cempre). Estavam presentes especialistas do governo, associações de classes integrantes da Coalizão Empresarial, organizações não governamentais e empresas que apresentarem as perspectivas de aplicação efetiva da PNRS, uma vez que, desde sua promulgação, em dezembro de 2010, ainda são poucas as cidades que implantaram a coleta seletiva no formato previsto pela lei.

    O diretor superintendente da Abiplast – Associação Brasileira da Indústria do Plástico , Paulo Henrique Rangel Teixeira, foi um dos palestrantes convidados para falar sobre o tema “Diálogos – Responsabilidade Compartilhada”, mesa composta também por Auri Marçon, presidente da Associação Brasileira da Indústria do PET (Abipet); Renault Castro, diretor da Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alta Reciclabilidade (Abralatas); e Pedro Vilas Boas, diretor da área de produtos e reciclagem da Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa), sob mediação de André Vilhena, diretor do Cempre.

    A ABIPLAST apresentou um panorama da indústria de reciclagem de materiais plásticos bem como os assuntos tratados no GT3, Grupo de Trabalho formado pelo Comitê Interministerial criado para a implementação da PNRS, assuntos como as linhas de financiamento, creditícias e desoneração tributária de produtos recicláveis e reutilizáveis.

    Em seu pronunciamento, a ministra Izabella Teixeira citou as dificuldades de transformar a agenda ambiental em projetos e convocou empresários, Entidades de classe e a população em geral para participar do processo decisório e formular uma nova governança ambiental para o País. Ela comemorou a possibilidade de abertura de diálogo com cooperativas de reciclagem e a garantia de que elas participem das mesas de negociações junto aos empresários e o governo.

    Próximos Eventos

    SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE TECNOLOGIA DE PLÁSTICOS

    24/02/2021 - ROYAL PALM INDAIATUBA - INDAIATUBA

    Saiba Mais

    © 2018 - ABIPLAST - Associação Brasileira da Indústria do Plástico - Todos os direitos reservados.