Europa também avança na reciclagem

    30/10/2015

    Até 2012, a população europeia era orientada a descartar as garrafas PET sem as respectivas tampas. O motivo é que as recicladores de PET não conseguiam dar o adequado encaminhamento a esses pequenos acessórios, que costumam ser confeccionados em polietileno ou polipropileno.

    Debeladas as dificuldades técnicas, o cenário começou a mudar. De três anos para cá, tem sido trabalhada uma nova postura por parte dos consumidores – agora estimulados a realizarem o descarte conjunto – e dos recicladores.

    A Association of Plastic Recyclers (Associação de Recicladores de Plástico) estima que a reciclagem do plástico de tampas pode ser um negócio lucrativo para os recicladores de material PET. O PP e o PE das tapas são separados durante o próprio processo mecânico da reciclagem: primeiramente, as garrafas são trituradas. Depois, utiliza-se um tanque de flutuação para separar as diferentes resinas. Enquanto o material PET afunda na água, o PP e o PE flutuam.

    FONTE: http://www.plasticsnewseurope.com/

    Próximos Eventos

    WEBINAR PERSPECTIVA DO MERCADO DE RESINAS NO BRASIL

    02/12/2020 - ONLINE

    Saiba Mais

    © 2018 - ABIPLAST - Associação Brasileira da Indústria do Plástico - Todos os direitos reservados.