Você Sabia? Dispositivo plástico extracorpóreo

    03/03/2016

    O Instituto Wyss de “Engenharia biologicamente inspirada” da Universidade de Harvard (EUA) em parceria com a Opsonix Inc também dos EUA, desenvolveu um dispositivo plástico extracorpóreo que remove patógenos infecciosos e toxinas do sangue de pacientes com sépsis (microorganismos piogênicos e organismos patogênicos, ou suas toxinas, na corrente sanguínea ou nos tecidos).

    A polissulfona (PSU) é o material plástico utilizado na fabricação do dispositivo para o tratamento da septicemia.

     

    Imagem

    Próximos Eventos

    37º Encontro Nacional do Plástico | Edição Online

    27/11/2020 - Online

    Saiba Mais

    © 2018 - ABIPLAST - Associação Brasileira da Indústria do Plástico - Todos os direitos reservados.