É hora da virada | Palavra do Presidente

    02/09/2016

    É hora da virada | Palavra do Presidente

    O impecável, criativo e grandioso show das Olimpíadas do Rio de Janeiro, evidenciou a grande capacidade de superação dos brasileiros. Foi evento fantástico, que nem parecia estar acontecendo num país mergulhado em uma das mais graves crises político-econômicas de sua história. O espetáculo, que encantou o mundo, realizou-se num momento muito especial, pois coincidiu com o início da virada do Brasil rumo a uma nova realidade.

    É hora da retomada do crescimento do PIB. Na esteira das mudanças políticas em curso, que renovaram a esperança nacional, já se observa o arrefecimento da recessão. Contudo, é preciso cultivar esse otimismo com responsabilidade, pois são muitos os desafios que temos pela frente. Não basta, agora, fomentar o nível de atividades. É preciso aproveitar o momento de transformação para solucionar problemas estruturais antigos, realizando-se as reformas previdenciária, tributária e trabalhista, reduzindo-se a burocracia, garantindo-se mais segurança jurídica e se resgatando a competitividade das empresas.

    Precisamos de um novo e viável projeto de país, com planejamento de curto, médio e de longo prazos, bem como de mecanismos eficazes para monitorar a execução das políticas públicas previstas. Nesse novo Brasil que buscamos, a indústria tem uma missão muito importante, sendo prioritária, portanto, a recuperação de sua competitividade.

    Nosso setor de transformação do plástico desempenhará, com certeza, papel relevante nesta fase que se inicia com a posse do novo governo. Estamos aguardando com ansiedade a retomada do crescimento econômico, do qual seremos protagonistas nessa virada histórica do Brasil, porque somos fornecedores de toda a indústria, participando de inúmeras cadeias produtivas. Queremos voltar a investir, produzir e empregar novamente os cerca de 30 mil trabalhadores que perderam seus postos de trabalho em 2015.

    É preciso renovar as energias e encarar de frente os desafios que temos pela frente. A crise econômica atingiu todos os setores, com mais intensidade a indústria de transformação. Contudo, a partir das mudanças políticas, realizadas de modo democrático e constitucional, temos plena condição de transformar o presente, construir um novo futuro e demonstrar ao mundo que podemos ir muito além da realização de um evento do porte dos Jogos Olímpicos e de um espetáculo grandioso como ao que assistimos no Rio de Janeiro.

    O Brasil pode contar com a indústria de transformação do plástico para escrever um novo e vitorioso capítulo de sua história!

    José Ricardo Roriz Coelho
    Presidente

    Próximos Eventos

    WEBINAR PERSPECTIVA DO MERCADO DE RESINAS NO BRASIL

    02/12/2020 - ONLINE

    Saiba Mais

    © 2018 - ABIPLAST - Associação Brasileira da Indústria do Plástico - Todos os direitos reservados.